Blog de Rodrigo Lucas

.posts recentes

. INFOTEC 2008 - EST CB

. Pão rima com tradição em ...

. Passeio de Cicloturismo -...

. Rally, Rally, Rally...

. Porfólio de Páginas Web.

. Férias 2007 -- ALGARVE

. Divulgação do artigo real...

. Salvador quebra barreiras...

. Cartaz Festa Santa Sofia ...

.arquivos

. Junho 2008

. Fevereiro 2008

. Setembro 2007

. Agosto 2006

Domingo, 24 de Fevereiro de 2008

Pão rima com tradição em Salvador



O investimento pretende reavivar o pão e bolos tradicionais, com distribuição para vários pontos do distrito.


Ter forno e cozer pão caseiro é um hábito cada vez mais em desuso no concelho de Penamacor, mas o saber acumulado nesta tarefa torna-se nos dias de hoje numa oportunidade de negócio. Que o diga Dolores Lucas, que aos 52 anos está a um passo de abrir uma padaria tradicional na aldeia de Salvador, no concelho de Penamacor. Com os filhos criados ficou algum tempo livre para desenvolver o negócio que em pouco mais de um mês deverá começar a laborar. Nuno Lucas, um dos filhos, explica que a mãe “tem um dote especial para panificação”, seja o pão, a muito apreciada bica de azeite ou também os bolos secos tradicionais. A padaria vai ficar instalada num imóvel da família que está a ser adaptado para o efeito e promete ser o mais tradicional possível, embora cumprindo as normas cada vez mais apertadas. A cozedura será feita em fornos a lenha com o objectivo de pôr no mercado um produto tão aproximado quanto possível do pão cozido nos fornos caseiros. “Não pretendemos produzir em grande quantidade mas criar algo genuíno”, diz Nuno Lucas. Apesar da experiência caseira, Dolores Lucas estagiou numa empresa panificadora para conhecer os meandros do negócio. “É um alerta para quem quer investir nesta área dos produtos tradicionais”, diz o filho que pretende ajudar a introduzir os produtos não só no concelho mas também noutros pontos do distrito. Nuno Lucas considera que fornecer apenas o concelho “não é fácil porque cada vez há menos pessoas e vender só para as aldeias torna-se complicado”. O objectivo não é fazer mossa aos negócios do género já instalados, mas “alimentar” um nicho de mercado que está a redescobrir os produtos tradicionais. Para erguer o projecto a família investiu cerca de 80 mil euros com as obras, os equipamentos e a carrinha para distribuição, tendo em conta que o imóvel já era propriedade dos investidores. A padaria vai criar três ou quatro postos de trabalho directos numa aldeia com poucas centenas de habitantes situada num dos extremos do concelho de Penamacor.
publicado por rodrigolucas às 19:54
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. Salvador quebra barreiras...

. Divulgação do artigo real...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds